Hamburgo irá desinstalar relógio que fazia contagem do tempo sem ser rebaixado

Clube caiu na temporada 2017-18 e não conseguiu voltar à primeira divisão no ano seguinte

Relacionadas

No Volksparkstadion, estádio do Hamburgo, um relógio diferente ocupava uma parte das tribunas: ele não contava o tempo do jogo, e sim os anos, meses, dias, horas, minutos e segundos em que o clube não era rebaixado no Campeonato Alemão, desde o início do torneio. Só que o clube foi rebaixado na temporada 2017-18.

Então, a diretoria tentou adaptar o relógio para contar o tempo desde a fundação do clube. Não colou com a torcida, que ficou ainda mais irritada com a campanha do time na segunda divisão: acabou em quarto, sem chance de subir, com três derrotas e um empate nas últimas quatro rodadas.

Por fim, a diretoria do clube tomou a decisão de remover o histórico relógio da bancada que ocupa, o que será feito em julho deste ano, após um show no estádio. No total, a contagem do tempo sem ser rebaixado durou 54 anos, 261 dias, 00 horas, 36 minutos e 02 segundos mas, por fim, o último time que nunca havia caído na Alemanha, caiu.

“Nós já tínhamos decidido no final da temporada que iríamos retirar o relógio. Queremos nos alinhar com o futuro. Não ajuda olhar constantemente pelo retrovisor”, afirmou o diretor do clube Bernd Hoffman. A torcida espera que essa promessa se cumpra e o clube logo volte à primeira divisão.

MAIS SOBRE:

futebolHamburgo [Alemanha]campeonato alemão de futebol
Comentários