Higuaín deixa quarentena do coronavírus para visitar mãe com câncer

Atacante joga na Juventus, que já teve três jogadores com casos confirmados com a covid-19

Relacionadas

O atacante argentino Gonzalo Higuaín furou a quarentena estipulada pela Juventus aos seus atletas por causa da pandemia do novo coronavírus, deixou a Itália e voltou à Argentina por alguns dias. A ação fez com que o atleta fosse criticado na internet, mas o motivo da viagem, revelado posteriormente era importante.

Higuaín foi visitar a mãe, Nancy Zacarías, que luta há quatro anos contra o câncer, conforme revelou o irmão do atleta, Nicolás, nas redes sociais.

"Por favor aos notáveis comentaristas do negócio, fiquem calados um pouco. Nossa mãe está com câncer há quatro anos e não vai parar sua luta contra a doença. Pedimos um pouco de respeito e consideração", escreveu o irmão do atleta em publicação no Twitter.

A Juventus teve três casos de infecção pelo coronavírus confirmados em seu plantel do time masculino: o zagueiro Daniele Rugani, o meiocampista Blaise Matuidi e o atacante Paulo Dybala estão realizando tratamento para a covid-19 no momento.

MAIS SOBRE:

futebolcoronavírusHiguaín
Comentários