Ibrahimovic diz que Guardiola é o técnico 'mais imaturo' que já teve

Em entrevista na Itália, sueco afirma que espanhol parou de conversar com ele depois de reclamação no Barcelona

Relacionadas

Na semana seguinte ao clássico contra o Manchester City, Zlatan Ibrahimovic criticou mais uma vez Pep Guardiola. Em entrevista à emissora Sky Sports, na Itália, o craque sueco deu mais detalhes da sua relação com o técnico espanhol na sua passagem pelo Barcelona. 

De acordo com o atacante do Manchester United, "os primeiro seis meses foram perfeitos, então ele decidiu mudar o sistema, a tática e isso não funcionou para mim". 

 

Briga entre City e United começou por provocação a Ibrahimovic, diz jornal

Renda de bilheteria do Corinthians é maior do que a soma dos 4 grandes do Rio

+ Siga o Fera no Twitter!

 

 

"Eu fui conversar com ele e falei: 'Eu acho que você está sacrificando alguns atletas por um jogador, Messi'. Ele disse: 'Eu não acho que este seja o caso, mas eu entendo o que você fala. Eu vou cuidar disso, sem problema, eu irei resolver tudo'. Eu pensei que as coisas ficariam", recordou Ibra. 

E continuou: "No jogo seguinte, fiquei no banco. Não digo nada, só trabalho. Segundo jogo, banco de novo. Eu pensei que ele tivesse resolvido bem, mas ele não fala comigo ou me explica. Terceiro jogo, banco. Então chega o quarto jogo e fico no banco de novo". 

Após ficar mais uma vez na reserva, Ibrahimovic afirmou ter percebido uma mudança de postura de Guardiola com ele, o que o deixou decepcionado. "Eu acho que alguma coisa está estranha. A partir daquele momento, ele parou de falar comigo, de olhar para mim. Eu entrava em uma sala e ele saía. Ele não era uma má pessoa, mas o técnico mais imaturo que já tive, porque um homem resolve seus problemas", encerrou. 

 

 

Esta não é a primeira declaração negativa do sueco sobre o treinador. Em sua autobiografia "Eu Sou Zlatan", lançada em 2011, ele colocou que Guardiola como um "covarde fraco", em função de uma discussão com o espanhol após a derrota na semifinal da Liga dos Campeões 2009/10 para a Inter de Milão de José Mourinho. 

"Guardiola ficou me encarando e perdi a cabeça. Pensei: 'Ali está meu inimigo, coçando sua careca!' Gritei: 'Você não tem colhões!' E pior, acrescentei: 'Você pode ir para o inferno!'", escreveu Ibra no livro. "Eu me perdi completamente, e você talvez tenha esperado Guardiola algumas palavras em resposta, mas ele é um covarde fraco."

Contratado em 2009 pelo Barcelona, Ibrahimovic ficou no clube por somente uma temporada. Neste período, jogou sob o comando de Guardiola por 46 partidas, sendo 38 como titular e oito como reserva utilizado, e marcou 22 gols, segundo a plataforma oGol.com.br. Apesar da rápida passagem pelo Camp Nou, conquistou um Campeonato Espanhol (2009/10), duas Supercopas da Espanha (2009 e 2010), uma Supercopa da Europa (2009) e um Mundial de Clubes da Fifa (2009). 

Segundo o mesmo portal, o Derby de Manchester do último domingo, 10, foi a sexta partida em que Ibrahimovic enfrentou um time comandado por Guardiola. Ao todo, foram quatro vitórias do treinador, contra uma do sueco e um empate. Além dos confrontos no Campeonato Inglês nesta e na temporada passada, Ibra também duelou com Guardiola na Liga dos Campeões 2011/12, quando o Milan enfrentou o Barcelona na fase de grupos e nas quartas de final.  À ocasião foram duas vitórias catalãs, por 3 a 2 e 3 a 1, e um empate sem gols. 

 

 

MAIS SOBRE:

futebolIbrahimovicJosep Guardiola
Comentários