Ídolo do Liverpool afirma que, se Klopp fosse negro ou inglês, teria sido demitido

John Barnes relembra primeiros anos ruins do alemão na equipe e aponta discriminação no futebol inglês

Relacionadas

John Barnes, ex-atacante que marcou época no Liverpool no final dos anos 80 e início da década de 90, afirmou que no Campeonato Inglês há discriminação contra treinadores 'negros ou ingleses'. Em entrevista ao site PlayOJO, o ex-atleta usou Jürgen Klopp para exemplificar seu ponto.

"Em circunstâncias diferentes, ele teria perdido o emprego. Se ele fosse negro, teria perdido o emprego naqueles primeiros dois anos", afirmou Barnes. No primeiro ano de Klopp, o Liverpool perdeu as finais da Copa da Liga Inglesa e da Liga Europa; no segundo, ficou longe de conquistar títulos e alcançou apenas uma vaga na Liga dos Campeões. No entanto, nos anos seguintes, o Liverpool foi vice da Liga dos Campeões, depois venceu o torneio, e, por fim, quebrou o jejum de títulos do Campeonato Inglês.

Para Barnes, o caso de Lampard é uma exceção, devido à 'ligação especial' que o técnico construiu com o Chelsea enquanto era jogador. "Se Klopp fosse inglês, teria perdido emprego", reafirmou.

"Aqui, a ideia de discriminação é um pouco estranha, porque há um grupo de pessoas que são discriminadas no futebol inglês e, ao mais alto nível, na Premier League", completou Barnes.

Recentemente, Greg Clarke, então chefe da Football Association, entidade que organiza o futebol na Inglaterra, renunciou por conta de diversas declarações ofensivas a negros, mulheres, homossexuais e asiáticos durante uma conferência com um comitê do Parlamento Britânico.

MAIS SOBRE:

futebolLiverpool Football ClubJurgen KloppCampeonato Inglês de Futebol
Comentários