Imprensa argentina repercute derrota e critica arbitragem; veja os lances

Seleção brasileira vence os 'hermanos' e avança para a final da Copa América

Relacionadas

Após a derrota da Argentina por 2 a 0 para a seleção brasileira na semifinal da Copa América, a imprensa 'hermana' continua repercutindo o jogo desta terça-feira que culminou na eliminação da equipe que tem Messi como grande destaque. Entre as matérias, um dos assuntos mais comentados foi a atuação da arbitragem.

Inúmeras críticas foram feitas ao juiz equatoriano Roddy Zambrano, por não ter usado o árbitro de vídeo nem mesmo nos momentos mais polêmicos. Os argentinos reclamam de um pênalti não marcado de Daniel Alves em cima Agüero no início da jogada que culminou no gol de Firmino.

"Sin VARguenzas", estampa o jornal esportivo Olé. Com direito a trocadilho, a manchete pode ser traduzida como "sem vergonha", em português. "Una VARbaridade", brinca na versão online.

Ainda na capa, o periódico mostra a reclamação do camisa 10 da seleção argentina, Lionel Messi. "Se cansaram de cobrar besteiras nesta Copa América, e hoje não foram nunca ao VAR. Incrível", alfinetou o astro do Barcelona. Outro lance que também não foi revisado foi entre Nicolás Otamendi e Arthur, quando o brasileiro atingiu com o cotovelo o pescoço do rival argentino dentro da área.

"Onde estava o VAR?", perguntou o canal TyC Sports. Mas o clima não foi só de reclamação: as reportagens também classificam a derrota para os brasileiros como melhor partida tanto da seleção argentina quanto de Messi. "Deixamos tudo", analisa o Olé antes de emendar que "não foi suficiente para a eficácia do Brasil".

"Em seu melhor jogo, Argentina não pôde com o Brasil e ficou sem a final", lamenta o Clarín. "Com o VAR e tudo mais, os erros foram vergonhosos", completam.

MAIS SOBRE:

futebolCopa América de FutebolGabriel JesusDaniel AlvesMessiarbitragem esportivaseleção brasileira masculina de futebolseleção argentina masculina de futebol
Comentários