Imprensa internacional repercute erro a favor do Cruzeiro: 'escandaloso'

Pênalti marcado na vitória do Palmeiras ganha atenção de veículos internacionais e vira 'dica' ao Boca

Relacionadas

Não foram só os torcedores do Palmeiras que criticaram o pênalti marcado a favor do Cruzeiro no duelo deste domingo pelo Campeonato Brasileiro. A imprensa internacional também repercutiu o erro do árbitro Dewson Fernando Freita ao decretar penalidade no lance que aconteceu fora da área.

O espanhol Marca foi enfático ao caracterizar a jogada do paraguaio Gustavo Gómez como "a penalidade mais escandalosa de 2018". No portal, o periódico compartilha o vídeo que mostra a mão na bola do palmeirense e explica a indignação: "o jogador está um metro fora da área".

Outra publicação internacional também deu destaque ao erro de arbitragem no torneio brasileiro. El Bocón, do Peru, usa o termo "escândalo" para descrever o erro na vitória por 3 a 1 do clube alviverde. "Penalidade incomum a dois metros fora da área", escreve no título.

Já o argentino Olé, por sua vez, adota um outro tom ao comentar do lance. Visando a segunda etapa do confronto entre o Cruzeiro e o Boca Juniors pela Libertadores, o jornal aconselha seus compatriotas a terem atenção no jogo da próxima quinta-feira que será disputado no Mineirão.

"Fique de olho, Boca: na partida deste domingo, contra o Palmeiras, pelo Brasileirão, deram ao Cruzeiro um pênalti por bola na mão que claramente foi fora da área. Pelas imagens da TV, ficou claríssimo que a jogada foi fora da área. E por muito!", enfatiza. 

A matéria também relembra que o clube mineiro pediu à Conmebol a anulação da punição do zagueiro Dedé, expulso no jogo de ida, e o gol do Palmeiras anulado nos acréscimos na primeira final da Copa do Brasil.

Outro veículo argentino, o canal TyC Sports, coloca como título da reportagem que o "Cruzeiro, com ajuda incluída, caiu para Palmeiras".  "O adversário do Boca na Libertadores cobrou uma penalidade que claramente estava fora da área", analisa. 

MAIS SOBRE:

FutebolCruzeiro Esporte Clubeimprensafutebolarbitragem esportiva
Comentários