Imprensa peruana especula espionagem do Brasil com drone e 'infiltrado'

Dirigente da Federação do Peru não crê em suspeitas levantadas pelo jornal 'Libero'

Relacionadas

Brasil e Peru se enfrentam neste sábado, em São Paulo, pela rodada final do grupo A da Copa América. Visando se preparar para o confronto, a seleção peruana fez um treino fechado, sem a presença da imprensa, para que o adversário não conhecesse suas táticas. Mas, segundo a imprensa do país, o técnico Tite usou outros meios para saber as estratégias de Ricardo Gareca.

Um drone apareceu nos céus do Pacaembu, onde o treino ocorria, e o jornal peruano Líbero acusou o Brasil de tentar espionar a prática. Inicialmente, a atividade deveria ocorrer no CT do Palmeiras, mas foi mudada.

Além disso, o veículo também duvida da presença de um homem na arquibancada que, segundo eles, não parecia membro da equipe de segurança. O Líbero especula que seria um espião infiltrado pelo Brasil.

Juan Carlos Oblitas, diretor da Federação Peruana de Futebol, não acredita que tenha ocorrido espionagem. "Pode ter sido um torcedor? Enviado por Tite? Não creio", declarou ao jornal, também negando que a mudança de local de treino tenha ocorrido por causa da suspeita.

Peru e Brasil jogam às 16h deste sábado, 22/06, às 16h, na Arena Corinthians. As duas seleções lideram a chave com quatro pontos, enquanto a Venezuela tem dois e a Bolívia não pontuou.

MAIS SOBRE:

futebolseleção peruana masculina de futebolseleção brasileira masculina de futebolTiteRicardo Gareca
Comentários