Independiente ameaça abandonar Libertadores por erros de arbitragem

Secretário-geral do clube classificou partida contra o Corinthians como escandalosa

Relacionadas

Os erros do árbitro uruguaio Daniel Fedorczuk a favor do Corinthians na última quarta-feira seguem revoltando o Independiente. O clube argentino reclama de um gol legal que foi anulado e da não marcação de um pênalti. A partida válida pela Libertadores terminou com a vitória corintiana por 1 a 0 em Avalleda.

Libertadores: veja como seu time está na luta por uma vaga nas oitavas

City completa quase mil passes e bate recorde do Campeonato Inglês

Messi passa Cristiano Ronaldo e se torna o boleiro mais bem pago do mundo

O lance mais polêmico aconteceu aos 41 minutos do segundo tempo, quando Fernandéz bateu uma falta, Cássio espalmou e, no rebote, Meza chutou. O atacante Silvio Romero, em posição legal, desviou para o gol, mas a arbitragem anulou a jogada. Veja abaixo:

A irritação é tanta que o secretário-geral do clube, Héctor "Yoyo" Maldonado, ameaçou até mesmo a abrir mão das próximas edições da Libertadores. Com sete taças, o clube é o maior campeão da história da competição. "Se esses erros voltarem a acontecer, não sei se vamos seguir disputando as Copas. Há uma manipulação que quer prejudicar o Independiente. Essas coisas te fazem refletir", comentou em entrevista a Rádio Gama, de Buenos Aires.

Héctor, que é também braço-direito do presidente da equipe, Hugo Moyano, classificou os erros como escandalosos e afirmou que vão tomar providencias para tentar dar um basta nesse tipo de situação. "Vamos viajar ao Paraguai para falar com o colégio de árbitros da Conmebol. Estão prejudicando a gente. Já ocorreu contra o Grêmio na final da Recopa, porque o VAR esteve contra o Independiente".

MAIS SOBRE:

FutebolCorinthiansLibertadores [Copa Libertadores da América]IndependienteConmebolarbitragem esportiva
Comentários