International Board propõe partidas de futebol de apenas 60 minutos

Proposta faz parte de pacote de mudanças estudado por órgão da Fifa que estabelece as regras do futebol

Relacionadas

Um projeto de mudanças nas regras do futebol foi divulgado pela International Football Association Board (IFAB), órgão da Fifa responsável por estabelecer as regras do futebol, neste sábado. Entre as mudanças, a ideia de reduzir o tempo das partidas para estritamente 60 minutos (dois tempos de 30), com o relógio parando quando a bola estiver fora de jogo, assim como numa partida de basquete.

As propostas, de acordo com o documento, são divididas em três categorias: as que podem ser implementadas imediatamente, as que estão prontas para testes e as que precisam ser discutidas.

Entre as ideias, estão parar o relógio quando a bola está fora de jogo, nos cinco minutos finais do primeiro tempo e nos dez últimos do segundo tempo, ou mesmo durante toda a partida, que seria disputada em duas etapas de 30 minutos - tudo para prevenir o chamado "anti jogo". Os relógios ficariam visíveis a todos os torcedores nos estádios.

Também as punições a jogadores e equipes estão em discussão. Se um jogador do banco receber cartão vermelho, por exemplo, o número máximo de substituições seria reduzido em um. Se o time já tiver feito as três, perde uma no próximo jogo.

Dentro de campo, também aumentaria o papel do capitão. Ele seria o responsável pela comunicação com o árbitro e único permitido a conversar com o árbitro em uma decisão controversa - com punição para a equipe que "cercar" o juiz. E seria aplicada de maneira mais rígida a regra que impede o goleiro de ficar mais de seis segundos com a bola em mãos.

MAIS SOBRE:

futebolFutebol
Comentários