Iranianas se vestem de homem para assistir a jogo de futebol, mas são impedidas

Mulheres são proibidas de ir a eventos esportivos no país; partida teve 76 mil espectadores

Relacionadas

Setenta e seis mil pessoas assistiram ao maior clássico do futebol iraniano no estádio Azadi, em Teerã, nesse sábado, 12, em partida entre Esteghlal e Persepolis. Todas eram homens. No país, mulheres são proibidas de comparecer a eventos esportivos.

Para driblar a situação, oito torcedoras chegaram a se disfar com trajes masculinos, mas foram identificadas por seguranças e impedidas de entrar no estádio, mas não foram presas. Na semana anterior, outras três mulheres passaram pela mesma situação.

O atual presidente do país, Hassan Rouhani, chegou a ensair uma mudança na legislação, mas foi alvo de intensas críticas de alas mais conservadoras, segundo as quais, a proibição tem o objetivo de preservar as mulheres da violência e da "linguagem chula" que se emprega nos estádios.

As informações são da agência EFE.

 

MAIS SOBRE:

FutebolIrãFutebol
Comentários