Jogador argentino desfalcará seu time para salvar a vida do irmão

Cristian Villagra, lateral do Atlético Tucumán, doou parte de sua medula óssea para o irmão com leucemia

Relacionadas

O lateral argentino Cristian Villagra, do Atlético Tucumán, doou parte de sua medula óssea para seu irmão com leucemia e, por isso, ficará de duas a três semanas longe das quatro linhas. Ele era o único familiar compatível que podia ajudar a salvar a vida do irmão Gonzalo. 

+ Jornal: PSG procura técnico para Neymar aprovar e Tite é candidato

+Dos 12 grandes do Brasil, quem é o maior campeão do século?

+ Guerrero revela perder noites de sono: 'Estou passando por uma injustiça'

A ação generosa ganhou notoriedade na imprensa argentina e muitos jogadores parabenizaram Villagra pela atitude. Segundo disse à Radio Villa Trinidad, uma mensagem chamou atenção: a do técnico do River Plate, Marcelo Gallardo, que foi companheiro de Villagra na equipe de Buenos Aires em 2009.

"Sempre tive uma boa relação com ele, mas me surpreendeu. Palavra assim nos motivam, acima de tudo pelo momento que estamos vivendo. Mostrei até para o meu irmão, que ficou contente", disse. 

Outros jogadores como Leonardo Ponzio e Javier Pinola, ambos do River, e Erik Lamela, do Tottenham, da Inglaterra, mandaram mensagens de apoio ao jogador, que deve voltar a jogar no início de abril. 

Em 2017, o Atlético Tucumán atuou pela primeira vez na Copa Libertadores, mas foi eliminado ainda na fase de grupos. O time joga a primeira divisão do futebol argentino. 

MAIS SOBRE:

futebol Campeonato Argentino de Futebol
Comentários