Jogador do River Plate é preso no Paraguai, sai e faz gol na Libertadores

De La Cruz foi detido por confusão ocorrida quando ainda estava no time sub-20 do Liverpool uruguaio

Relacionadas

Nicolás de La Cruz viveu momentos intensos em sua passagem pelo Paraguai com o River Plate. Em menos de 48 horas, ele foi preso pela polícia paraguaia, pagou fiança e foi decisivo para confirmar a classificação da equipe argentina para a semifinal da Libertadores.

De La Cruz foi levado sob custódia pelas autoridades paraguaias por um momento ocorrido em 2016, quando tinha 19 anos: na Libertadores sub-20, o meia teria agredido um policial durante a partida entre o Liverpool do Uruguai, time que defendia, e o São Paulo. Veja o vídeo da confusão.

De La Cruz teve que prestar depoimento e depois passou a noite na prisão, sendo posteriormente liberado para voltar à concentração do time e atuar na partida do River contra o Cerro Porteño. Segundo a imprensa paraguaia, ele terá que pagar uma multa e voltar ao país em três meses para mais esclarecimentos. Além dele, outros quatro jogadores do Liverpool naquela ocasião foram autuados por 'resistência à autoridade'.

Mas o incidente, pelo jeito, não abalou o meia uruguaio nem um pouco. Na partida, ele aproveitou um contra-ataque para marcar um golaço contra o Cerro Porteño e matar de vez a eliminatória - o River venceu na ida por 2 a 0 e estava perdendo por 1 a 0 até aquele momento.

MAIS SOBRE:

futebolRiver PlateLibertadores [Copa Libertadores da América]Nicolás de la Cruz
Comentários