Jogador dos EUA deixa treinamento do Ajax no Catar por tensão política

Temendo sua segurança, Sergino Dest foi autorizado pelo clube holandês a deixar o país

Relacionadas

O jogador da seleção norte-americana Sergino Dest deixou o período de treinamento do Ajax Amsterdã no Catar e voltou à Holanda por temer por sua segurança, uma vez que a tensão política na região continua alta, informou o clube nesta quinta-feira.

A decisão do jogador holandês foi tomada após uma medida semelhante da seleção norte-americana de cancelar um período de treinamento planejado no Catar depois de um ataque aéreo dos EUA a um aeroporto de Bagdá na semana passada que matou um general iraniano graduado e provocou agitação no Oriente Médio.

“Dest perguntou se podia deixar o campo de treinamento no Catar”, disse o Ajax em seu site. “Ele não se sentia à vontade. O Ajax entende seu pedido e ele voou para casa, onde treinará com os reservas”.

Em outubro, o lateral de 19 anos optou por jogar pelos EUA, e não pela Holanda. Seu pai é norte-americano e ele tem três partidas pela seleção norte-americana.

As tensões se elevaram no Oriente Médio depois que os Estados Unidos mataram o comandante iraniano Qassem Soleimani na semana passada, e a República Islâmica reagiu lançando mísseis contra bases do Iraque que abrigam tropas norte-americanas. / Com informações da Reuters

MAIS SOBRE:

futebolAjax
Comentários