Jogador manda bola para fora e ela é encontrada a 1.800 km, em outro país

História incrível já foi apelidada de "chute mais longo do mundo". Bola perdida na Escócia foi parar na Noruega

Relacionadas

Certamente, foi o chute mais longo do mundo - a bola, com uma forcinha das correntes marítimas, foi parar a 1.800 km de distância, em outro país. Parece incrível, mas o chute foi dado na Escócia. A bola caiu num lago e foi achada na Noruega, alguns dias depois. 

Segundo a BBC, aconteceu com o Banks o'Dee FC, pequeno time escocês fundado em 1902 na cidade de Aberdeen, que fica na região leste da Escócia. A equipe sub-19 jogava quando a bola foi chutada por cima da cerca e caiu no Lago Dee, ao lado do campo. De lá, foi parar num rio, e depois no oceano.

Cerca de dois meses depois, quando ninguém mais se lembrava da bola, o clube recebeu um e-mail assinado por Johnny Mikalsen, morador da ilha de Vanna, na Noruega, a 1.800 km dali. "Olá! Um jogador de vocês com certeza tem um dos melhores chutes de longa distância do mundo!", dizia a mensagem. O clube foi identificado porque a bola trazia o nome da equipe, escrito à caneta.

Para surpresa geral, Mikalsen estava com a bola, com a imagem devidamente acompanhando a mensagem. "A bola está um pouco suja depois da viagem, mas completamente usável. Veja na foto" - escreveu o norueguês.

Em entrevista à BBC, Mikalsen disse que a bola foi encontrada por um amigo, perto de galhos arrastados pela água. "Talvez seja possível devolvê-la", disse ele, que agora planeja visitar a Escócia para entregá-la pessoalmente.

Já o clube não descarta convidar os noruegueses para assistir a alguma partida. 

 

MAIS SOBRE:

futebol
Comentários