Jogador mostra erro de juiz com celular e é expulso no Campeonato Turco

Árbitro não gostou da atitude de Hakan Arslan, capitão do Sivasspor, na partida com o Besiktas

Relacionadas

Como reagir quando, até mesmo com a presença do VAR em um jogo, o juiz erra? Uma reação possível, mas não recomendada, é a de Hakan Arslan, capitão do Sivasspor, da Turquia, que decidiu usar um celular para mostrar uma imagem de um lance ao árbitro Arda Kardesler no intervalo da partida com o Besiktas.

A intenção de Arslan era demonstrar que no gol do Besiktas no primeiro tempo, o único da partida até então, a bola havia saído pela linha lateral. Mas a conversa com o juiz não foi exatamente produtiva. Kardesler mostrou o cartão amarelo, e então o atleta se enfureceu e saiu chutando o que via à frente. O árbitro, então, lhe mostrou o segundo amarelo e, consequentemente, o vermelho.

A atuação do VAR e a atitude de Arslan foram comentadas pelo presidente do Sivasspor, Mecnun Otyakmaz, após a partida. "Gastamos dinheiro no VAR. Construímos um espaço para os nossos árbitros para que os jogos possam ser melhor administrados. Trazemos tecnologia, gastamos, mas não tomam uma decisão clara ao explicar uma posição. A bola saiu ou não?", questionou.

"Muitas fotos vieram durante o intervalo. Houve uma atitude que não combina com o nosso capitão, Hakan, mas essas questões deixam as pessoas furiosas. Ficamos com 10 em campo e uma equipe desajustada", completou.

Com um a menos, a situação piorou para o Sivasspor, que tomou mais dois gols no segundo tempo. A equipe é a 14ª no Campeonato Turco com 17 pontos, enquanto o Besiktas é o segundo colocado com 28, um ponto atrás do líder Galatasaray.

MAIS SOBRE:

futebolCampeonato Turco de FutebolBesiktasSivasspor
Comentários