Jogador pede divórcio após mulher dizer na TV que atletas 'transam entre si'

Caso envolveu o meia da seleção suíça Blerim Dzemaili e a modelo albanesa Erjona Sulejmani, que falou a um programa italiano

Relacionadas

O jogador da seleção da suíça Blerim Dzemaili, que atua no Montreal Impact, do Canadá, pediu o divórcio de sua mulher, a modelo albanesa Erjona Sulejmani, após ela ter afirmado na TV italiana que "os jogadores transam entre si e que preferem masturbação a sexo". O meia, ex-Bolonha (ITA) ainda pediu a guarda do filho que tem com a modelo, que em 2016 ganhou o título de "torcedora mais atraente da Europa".

Corintiana levanta de cadeira de rodas para apoiar time e emociona torcida

Clima entre Neymar e Cavani melhora e os dois já ficam até próximos no avião

Não relacionado pelo Benfica, Gabigol é visto em boate até as 6h da manhã

As declarações foram feitas no programa Le Capitane. No reality, mulheres dos jogadores contam detalhes da vida íntima dos atletas. Erjona, uma das convidadas, afirmou: "Sexo antes das partidas? Os jogadores não são bons amantes". O caso foi revelado pelo portal inglês The Sun.

Após as declarações, que ganharam grande repercussão na Europa, o jogador solicitou a separação e a guarda do filho, mas negou, em um comunicado oficial, que isso tenha sido motivado pela fala da mulher na TV.

"A advogada Daniela Missaglia, em nome e em nome do Sr. Blerim Dzemaili, afirma que seu cliente iniciou a separação judicial de sua esposa, Sra. Erjona Sulejmani, diante de uma crise prolongada. Nesta fase delicada, o Sr. Dzemaili condena o uso do sobrenome de sua esposa, Dzemaili, como parte de seu trabalho como modelo. Ele reserva o direito de agir pela proteção de sua própria integridade e privacidade e seu filho”, afirma a nota, que foi publicada pelo jornal italiano Corriere Della Sera.

MAIS SOBRE:

futebolfutebolCampeonato Italiano de Futebol
Comentários