Jogador russo é multado em R$ 15 mil por declarações racistas sobre Ari

Pavel Pogrebniak decidiu não apelar contra punição, que poderia até ser mais pesada

Relacionadas

Pavel Pogrebniak, atacante russo de 35 anos, foi multado em 250 mil rublos (R$ 15 mil) após dar declarações racistas sobre o jogador brasileiro Ari, também atacante, que vinha sendo convocado para a seleção russa. Para Pogrebniak, Ari ser convocado era algo 'estranho e ridículo'.

O caso levantou grande polêmica na Rússia e foi cogitada até mesmo a suspensão de Pogrebniak por alguns jogos, mas a punição aplicada acabou sendo mais leve. O russo decidiu não apelar contra a decisão do comitê de ética da Federação Russa de Futebol.

Depois da repercussão negativa, o atacante tentou se retratar e disse que não teve a intenção de ofender negros, mas que mantinha a opinião contra a presença de estrangeiros naturalizados na seleção russa, condição que engloba atletas brancos como o goleiro Guilherme e o lateral Mário Fernandes, também brasileiros.

O FK Ural, time de Pogrebniak, chegou a oferecer ingressos grátis para brasileiros que visitassem Ecaterimburgo, cidade onde a equipe está sediada.

Ari, por outro lado, afirmou que não se devia dar atenção a pessoas como o russo e que havia muito tempo não era alvo de racismo na Rússia - ele joga no país desde 2010. Ari deseja continuar na seleção russa.

MAIS SOBRE:

futebolseleção russa masculina de futebol
Comentários