Jogador se desculpa por não deixar colega bater pênalti: 'ele iria pedir música'

Henrique Dourado já tinha marcado dois gols quando penalidade foi marcada

Relacionadas

Henrique Dourado saiu desapontado do estádio Los Larios nesse domingo, 12. Mesmo após ter marcado dois dos quatro gols da vitória do Fluminense contra o Bangu no Campeonato Carioca, ele queria mais. O motivo, segundo o colega de time, Osvaldo, era um só: pedir música no programa Fantástico, da TV Globo.

Um dos culpados por isso não ter acontecido foi, contudo, o próprio Osvaldo, que ignorou a instrução do técnico Abel Braga de que Dourado deveria bater um pênalti marcado no segundo tempo. Ao chamar a responsabilidade para si, o resultado foi uma penalidade defendida pelo goleiro Márcio, seguida de vaias da torcida. "Queria me desculpar com Henrique, porque ele iria pedir música no Fantástico, mas faz parte", disse em entrevista à TV Globo.

Apesar de ter errado o pênalti, Osvaldo foi responsável por arrematar a vitória com um quarto gol. "Estou feliz pelo gol, mas triste pelo erro. Não fujo dessa responsabilidade. Entrei, sofri o pênalti e senti que tinha confiança para bater", contou.

MAIS SOBRE:

FutebolHenrique DouradoFluminenseOsvaldoAbel Braga
Comentários