Jogador se revolta por não ter sido vendido e se recusa a entrar em campo

Virgil van Dijk, do Southampton, despertou interesse de Liverpool e Manchester City

Relacionadas

Desde o início da janela de transferências na Europa, um dos nomes mais comentados é o do zagueiro holandês Virgil van Dijk, que fez grande temporada pelo Southampton e despertou interesse de Liverpool e Manchester City. O tempo passou e nada do atleta ser negociado. O que ele fez? Se recusa a entrar em campo.

Aos 26 anos, van Dijk pediu para a diretoria do Southampton para ser negociado neste ano, já que viu no Liverpool a chance perfeita para brilhar ainda mais. Porém, o pedido não foi aceito e o clube decidiu manter o atleta, que era seu capitão, e o deixou furioso, causando até mesmo seu afastamento.

"O garoto disse que não está disponível para jogar porque quer sair. Essa é a decisão dele. Eu tive que dizer: 'se você não quiser estar envolvido porque não se sente bem, então, terá que treinar sozinho até que isso passe", explicou Mauricio Pellegrino, técnico da equipe, que prosseguiu: "O meu relacionamento com Virgil é excelente. Eu fui claro com o garoto e estive ao seu lado desde o primeiro dia. O clube foi claro que não o venderá", completou.

Para piorar a situação de van Dijk, que vem sendo duramente criticado pela torcida do Southampton por causa de sua atitude, o Liverpool destino escolhido por ele, recuou em seu interesse após ser notificado pela Premier League em relação a uma suposta conduta ilegal e pode desistir de fazer uma proposta.

Ou seja, é possível que um dos melhores jogadores do Campeonato no ano passado, passe toda a temporada afastado e longe dos gramados. Que coisa, hein?!

MAIS SOBRE:

FutebolLiverpoolManchester CityfutebolCampeonato Inglês
Comentários