Jogadores de Atlético e Paraná protagonizam briga generalizada no Paranaense

Goleiro do Atlético colocou as mãos nos ouvidos olhando para a torcida tricolor e os paranistas não gostaram

Relacionadas

Um gesto do goleiro do Atlético Paranaense, Wéverton, no final da partida contra o Paraná Clube, no domingo, 9, acabou em confusão no gramado da Vila Capanema, em Curitiba.

Depois do empate em 0 a 0 que garantiu a classificação do Furacão para a semifinal do Campeonato Paranaense, Wéverton colocou as mãos nos ouvidos, olhando para a torcida paranista.

A atitude foi entendida como provocação e revoltou os jogadores do tricolor paranaense, que partiram para cima do adversário. A confusão ficou generalizada e a polícia precisou intervir.

 

Depois do jogo, o goleiro comentou a briga. Em entrevista à Tribuna, Wéverton disse que foi muito xingado durante o jogo. "Não faltei com respeito. Apenas coloquei a mão no ouvido para que eles falassem alguma coisa. Mas tomei arranhão, tomei chute dos jogadores do Paraná, que nem viram o que aconteceu", disse.

MAIS SOBRE:

FutebolFutebolClube Atlético Paranaense
Comentários