Jogo do Bahia terá bandeiras de escanteio com arco-íris em ação contra homofobia

Clube, que tem se destacado por defender os direitos humanos, também produziu vídeo e manifesto sobre o tema, confira

Relacionadas

Mais uma vez, o Bahia se destacou por defender uma pauta ligada aos direitos humanos: dessa vez, o clube de Salvador se manifestou contra a homofobia presente no futebol, visando aumentar a tolerância nas arquibancadas. E, para tal, terá um dos símbolos do movimento LGBT presente no jogo, colocando um arco-íris na bandeira de escanteio.

O arco-íris estará presente já no jogo deste domingo, quando o Bahia enfrenta o Fortaleza na Arena Fonte Nova pela 19º rodada do Campeonato Brasileiro, como parte da campanha #LevanteBandeira. O clube ainda produziu um vídeo e um manifesto.

O vídeo é estrelado por um torcedor homossexual, que comenta sobre como sua vida pode ser encurtada apenas por causa da orientação sexual. Confira a produção, que teve bastante re. O manifesto pode ser lido aqui.

Diversos clubes brasileiros fizeram campanha recentemente contra os gritos homofóbicos nos estádios, que agora podem causar até mesmo a perda de pontos no Campeonato Brasileiro. O Vasco, por exemplo, está sendo investigado por músicas que a torcida cantou durante a partida contra o São Paulo.

Nos últimos meses, o Bahia estruturou o departamento de marketing e realizou diversas ações em defesa de temas de direitos humanos. O clube já manifestou contra o racismo (em conjunto com o Grêmio), contra a LGBTfobia, contra a violência no futebol, em favor da demarcação de terras indígenas, tornou mais fácil para torcedoras denunciarem assédios nos estádios após saber de um caso através das redes sociais e abriu sua loja oficial para a realização de testes de DNA em uma campanha sobre abandono paterno.

MAIS SOBRE:

futebolBahia [Esporte Clube Bahia]homofobiaCampeonato Brasileiro de Futebol
Comentários