Jornal francês questiona se Neymar não é grande demais para o PSG

Imprensa francesa ainda repercute cirurgia do brasileiro

Relacionadas

A lesão de Neymar continua rendendo muito na imprensa francesa. Hoje, o jornal Le Parisien publicou reportagem sobre a tomada de decisão de realizar a cirurgia e questionou se o atacante não seria grande demais para o PSG, que gastou 822 milhões de reais para contratá-lo no início da temporada.

+ De novo? Neymar e as insistentes lesões antes de partidas decisivas

+ Guardiola pararia de usar fita amarela se o City pedisse; entenda

+ Paris Saint-Germain convoca sua torcida para 'guerra' contra o Real Madrid

Segundo o jornal, a lesão gerou um cisma que existe entre clube e jogador. O principal problema teria sido pelas informações erradas passadas pelo PSG sobre a fratura, por parte dos médicos e do técnico Unai Emery. Primeiramente, os médicos haviam detectado uma fissura, e o treinador disse ser falsa a informação de que Neymar passaria por cirurgia. O texto termina perguntando se o atleta não é grande demais para o time. 

Outro jornal francês, o L´Équipe também destacou a polêmica cirurgia. Na capa, a publicação trouxe a frase "Adeus, Paris" com a foto do brasileiro. Segundo o diário, a reunião entre os médicos do PSG e Rodrigo Lasmar, da seleção brasileira, foi tensa, e o funcionário da CBF teria questionado se o clube não havia diagnosticado a fratura nos primeiros exames.

Da mesma forma, outro ponto que expõe o problema é Neymar perder praticamente todo o final da temporada do PSG para fazer a cirurgia, por pensar em estar apto a jogar na Copa do Mundo, em junho. Isso seria um indicativo da saída do brasileiro, segundo o L'Équipe.

Neymar sofreu a fratura no quinto metatarso do pé direito durante jogo do PSG com o Olympique de Marselha elo Campeonato Francês. O tempo de recuperação previsto é de três meses, o que o faria voltar aos gramados pouco tempo antes da Copa do Mundo.

MAIS SOBRE:

Futebol Neymar Paris Saint-Germain
Comentários