Jornal revela proposta bilionária do City para tirar Messi do Barcelona

Camisa 10 argentino recusou a oferta e renovou contrato com o clube catalão

Relacionadas

Nesta sexta-feira, o diário espanhol El Mundo afirma que Lionel Messi chegou a pensar em sair do Barcelona durante a crise política na Catalunha. A reportagem não só revela que o Manchester City de Pep Guardiola podia ter sido seu destino, como também o valor oferecido pelo clube inglês.

Para tirar o camisa 10 do clube catalão, o City estaria disposto a gastar 755 milhões de euros, o que dá cerca de R$ 3,1 bilhões no total dos gastos. Só de salário, livre de impostos, os citizens estariam dispostos a desembolsar 250 milhões de euros (R$ 1,05 bilhão) por um contrato de cinco anos.

"O Manchester City negociou com o argentino, ao qual ofereceu 250 milhões de euros limpos em cinco anos, mais uma cifra de 50 milhões de euros para o pai. Também pagaria outros 250 milhões de euros pela cláusula de rescisão", descreve a reportagem.

A conversa entre o antigo vice-presidente do Barcelona, Ferran Soriano, e o pai do jogador, Jorge Messi, se deu entre dezembro de 2016 até novembro de 2017. Nessa época, o Barcelona já sabia do interesse do City e se adiantado ao chegar em um acordo com Messi de renovação do seu contrato.

No novo documento, a equipe subiu sua multa para 700 milhões de euros (R$ 2,9 bilhões). Antes, era de "apenas" 250 milhões de euros (R$ 1,05 bilhão). Para efeitos de comparação, Neymar, a transferência mais cara da história do futebol até hoje, custou 222 milhões de euros, cerca de R$ 821 milhões, ao PSG.

 

MAIS SOBRE:

FutebolMessiJosep GuardiolaManchester City Football ClubBarcelona [Futbol Club Barcelona]Catalunha [Espanha]futebol
Comentários