Juiz se defende de suposta 'comemoração' em gol do Fla: 'Gesto de apitar'

Wagner Nascimento Magalhães justificou o gesto durante cerimônia de premiação do Campeonato Carioca

Um dia depois da polêmica sobre uma suposta comemoração durante um gol do Flamengo contra o Fluminense, na final do Campeonato Carioca, o árbitro Wagner Nascimento Magalhães justificou seu gesto, em entrevista ao SporTV

Perguntado sobre o lance durante a cerimônia de premiação do torneio, na noite desta segunda-feira, o juiz afirmou que estava segurando o apito e que realizou um gesto comum com o acessório. "Não houve comemoração nenhuma. É o gesto de apitar. Quando tem um lance na área a gente fica circulando o apito na mão e quando não tem nada a gente só aponta", declarou Wagner. Por sinal, ele foi eleito o melhor árbitro do campeonato na premiação. 

Na sequência, ele também respondeu sobre uma possível falta de Rever no lance que originou o mesmo gol, marcado por Guerrero. Na visão do árbitro, "aquele momento, vi que o gol foi normal". 

 

 

Horas antes na segunda-feira, a diretoria do Fluminense já havia divulgado uma nota na qual reconhece o Flamengo como "legítimo campeão estadual de 2017". No entanto, "a constatação não invalida a gravidade do erro cometido pelo árbitro no lance que originou o gol de empate do adversário, inclusive com gestos infelizes. A falta foi clara. Contestá-la é agredir o bom senso e ir contra a imagem de uma jogada cristalina, exposta nos mais diversos ângulos pelas câmeras de TV". 

Ainda sobre Wagner Nascimento Magalhães, a diretoria afirmou que irá pedir para que ele não apite mais partidas do clube. 

Jorge Rabello, presidente da Comissão de Arbitragem do Futebol do Rio de Janeiro (Coaf-RJ), defendeu o Wagner classificou o episódio como uma "idiotice, um grande absurdo e uma grande injustiça" com o quadro de juízes do Estado. 

"Podemos supor que no mundo do futebol um árbitro torça por um time, mas nenhum cometeria uma atitude imbecil dessas, de vibrar com um gol. Não vou dizer que o Wagner não está chateado. Mas ele não levou para o coração. Ele foi eleito o melhor árbitro do campeonato e estará na festa da Federação para receber o troféu", declarou Rabello, em entrevista ao jornal Extra, nesta segunda.

 

CONFIRA NA ÍNTEGRA A NOTA DO FLUMINENSE

"A respeito do comentário do Sr. Jorge Rabello, que qualifica como excelente a performance da arbitragem no jogo do último domingo (07/05), o Fluminense Football Club tem a afirmar que o Clube de Regatas do Flamengo é o legítimo campeão estadual de 2017, em especial diante da melhor campanha ao longo do certame. A constatação não invalida a gravidade do erro cometido pelo árbitro Wagner do Nascimento Magalhães no lance que originou o gol de empate do adversário, inclusive com gestos infelizes. A falta foi clara. Contestá-la é agredir o bom senso e ir contra a imagem de uma jogada cristalina, exposta nos mais diversos ângulos pelas câmeras de TV. O erro em lance capital, que eventualmente pode ter alterado o resultado de um campeonato, não autoriza a que se entenda como excelente o desempenho de árbitro algum. Sua presença em jogos futuros do Fluminense será objeto de deliberação com as entidades competentes."

MAIS SOBRE:

futebol Flamengo Fluminense
Comentários