Klopp conta por que impediu volta de Philippe Coutinho ao Liverpool

Alemão acredita que precisa ter jogadores que se encaixem na sua filosofia para ser campeão

Relacionadas

Durante a última janela de transferências, Philippe Coutinho esteve bem próximo de sair do Barcelona e voltar ao Liverpool, mas a negociação não aconteceu devido a uma pessoa: Jürgen Klopp. O técnico alemão não aprovou a transferência por não querer reforços milionários, o que iria contra sua filosofia e citou o próprio Barça para justificar a decisão.

"Não estou comparando, mas olhem para o Barcelona, a grande equipe que conseguiram construir e manter junta durante seis, sete anos. Foi a chave do sucesso manter os mesmos jogadores identificados com a filosofia", afirmou Klopp.

"Nós somos uma boa equipe e temos de nos manter juntos numa liga que está cheia de candidatos ao título, não andar contratando novos jogadores", finalizou o treinador alemão. Segundo a imprensa inglesa, a proposta seria de 100 milhões de euros (R$ 446 milhões).

Coutinho saiu do Liverpool para o Barcelona em janeiro de 2017, mas não obteve sucesso no time catalão, que deseja negociá-lo. Contudo, o número de opções diminuiu já que a janela de transferências para o futebol inglês se fechou na última quinta-feira.

O Liverpool fez uma janela muito discreta, contratando apenas o goleiro Adrian, para ser reserva de Alisson, e duas jovens promessas: o zagueiro holandês Sepp van der Berg, de 18 anos, e o inglês Harvey Eliott, meiocampista de 16 anos.

MAIS SOBRE:

futebolLiverpool Football ClubJurgen KloppPhilippe CoutinhoBarcelona [Futbol Club Barcelona]
Comentários