Klopp escreve a garoto de 11 anos com conselhos sobre lidar com dificuldades

Torcedor do Liverpool, garoto enviou carta contando suas inquietudes sobre nova fase escolar

Relacionadas

Receber uma carta assinada pelo técnico do Liverpool é privilégio de poucos. Lewis Balfe, de 11 anos, é um desses privilegiados. O garoto, que ingressará na escola secundária (relativa ao nosso Ensino Fundamental II), estava preocupado com a sua adaptação à nova fase escolar.

Com medo, triste e inquieto, o garoto, torcedor do atual campeão inglês, recebeu como conselho de seus amigos enviar uma carta a Jürgen Klopp, contando suas preocupações e pedindo ao técnico alemão que dissesse como lida com os problemas da vida.

Em resposta, Klopp afirmou que fica nervoso como qualquer pessoa diante da adversidade e disse transformar a energia gerada pelas preocupações em algo positivo.

"Sei que pode parecer estranho para um garoto da sua idade pensar que o técnico do Liverpool pode se sentir como você. Mas eu me sinto. Sua carta deixa claro que você é uma pessoa reflexiva e carinhosa. E quando se tem essas qualidade é muito difícil não ficar nervoso",  começou o treinador.

O técnico do Liverpool seguiu orientando o menino, disse a ele que não deve se preocupar com coisas ruins que podem acontecer e que o melhor caminho é ser positivo.

"Como você sabe, perdi algumas finais, e a sensação não é boa, mas com a ajuda da minha família e amigos, pude prosseguir e aproveitamos momentos realmente bons. Se tivesse focado nos maus, sei que isso não seria possível. Por favor, seja positivo consigo mesmo e espere ansioso o momento brilhante que sei que terá enquanto cresce", escreveu Klopp.

Por fim, o treinador alemão afirmou que o garoto faz parte da família do Liverpool, que sua torcida era importante para ele e desejou que a carta demonstre que o Liverpool também o apoia. Klopp finalizou a carta com a frase cantada pelos torcedores do Liverpool: "You will never walk alone", que signifca "você nunca caminhará só".

MAIS SOBRE:

futebolLiverpool Football ClubCampeonato Inglês de FutebolJurgen Klopp
Comentários