Klopp revela o que gritou no rosto do 4º árbitro após pênalti de Diego Costa

'Pedi desculpas e ele respondeu: 'Tudo bem, eu gosto da sua paixão'. Nunca ouvi aquilo de um juiz antes'

Relacionadas

No empate em 1 a 1 entre Liverpool e Chelsea, Jurgen Klopp deu mais uma demonstração de que não é tão alemão assim. Logo depois de Simon Mignolet defender o pênalti batido por Diego Costa, o técnico dos Reds berrou com violência no rosto do quarto árbitro, Neil Swarbrick. 

Klopp explicou o incidente na entrevista coletiva após a partida. "Na minha opinião, houve uma falta no (zagueiro Dejan) Lovren (na origem da jogada do pênalti), e por isso eu estava um pouco bravo. Eu virei para ele e disse: 'Ninguém pode nos vencer!' Claro que isso não é completamente verdade, mas foi o que disse no momento." 

 

 

O treinador se arrependeu do ato e depois foi se desculpar com o árbitro. "Eu me voltei a ele e disse: 'Me perdoe, você não é a pessoa certa com quem tenho que reclamar'. E ele respondeu: 'Sem problemas, gosto da sua paixão'. Eu nunca tinha ouvido isso de um juiz antes. Isso foi legal."

Na última semana, Arsène Wenger, técnico do Arsenal, foi suspenso por quatro partidas após empurrar o quarto árbitro no jogo contra o Burnley. 

MAIS SOBRE:

futeboljurgen kloppLiverpool
Comentários