Lateral é dispensado de clube alemão após fazer tatuagem às vésperas de final

Uruguaio Guillermo Varela descumpriu ordens do técnico Niko Kovac e acabou sendo punido

Relacionadas

Grande parte dos jogadores de futebol adora exibir suas muitas tatuagens pelo corpo. Neymar é fã confesso da arte, assim como seu companheiro Lionel Messi. No Eintracht Frankfurt, porém, o apreço pelas marcas na pele não são muito bem vindas. O lateral uruguaio Guillermo Varela que o diga. O atleta foi dispensado do clube após descumprir a recomendação do departamento médico e do técnico do clube.

"Contrariando as indicações do treinador Niko Kovac, Guillermo Varela foi fazer na última terça-feira uma tatuagem que inflamou. Se trata de um comportamento irresponsável que afeta toda a equipe", disse um comunicado divulgado pelo clube, confirmando a dispensa do atleta às vésperas da final da Copa da Alemanha, contra o Borussia Dortmund.

A proximidade com o importante jogo, aliás, causou grande irritação dentro do clube. "Não podemos permitir que antes de uma partida tão importante um jogador aja contra as instruções do treinador e do departamento médico", disse o diretor esportivo Fredi Bobic. "O caminho de Guillermo no Eintracht se encerrou", completou.

Atualmente com 24 anos, Varela chegou à Alemanha depois de passagens pelo time de base do Real Madrid e do Manchester United, com quem ainda possui vínculo.

MAIS SOBRE:

Futebol Messi Neymar Niko Kovac Borussia Dortmund Alemanha Futebol Tatuagem
Comentários