Legado: filhos do 'gaúcho da Copa' dão continuidade à tradição familiar

Torcedor símbolo da seleção brasileira, Clóvis Acosta Fernandes faleceu em 2015

Relacionadas

Lembram dele? Torcedor símbolo da seleção brasileira, Clóvis Acosta Fernandes faleceu em 2015 em decorrência de um câncer, mas deixou um legado. Ou melhor, dois. O homem conhecido como 'Gaúcho da Copa' tem dois filhos: Frank, de 39 anos, e Gustavo, de 33.

Jogadores da seleção aproveitam dia de folga para curtir praia e sol em Sochi

Como chegar à Rússia? Aos 70 anos, esse senhor escolheu ir de trator

Por se sentir mal, Pelé cancela visita à Rússia e é dúvida na abertura da Copa

Os dois dão sequência a tradição familiar iniciada por seu Clóvis: já estão na Rússia para o mundial deste ano. O gaúcho era um fiel torcedor da seleção, mas ganhou destaque mesmo após sua foto chorando, abraçado com a taça, ter estampado inúmeros jornais depois da derrota por 7 a 1 para a Alemanha.

Aquela era sua sétima edição in loco do mundial. Seu filho, Frank, já está em seu sexto. Em entrevista a Veja, o herdeiro conta que já visitou mais de 60 países para torcer pela seleção e até recebeu uma carta de reconhecimento da rainha da Inglaterra. 

“É viciante, é como uma cachaça para nós. Um evento termina e já fico esperando o outro. Meu pai dizia: ir à Copa do Mundo, de quatro em quatro anos, é a maneira que encontrei de envelhecer sem sentir", contou na reportagem. 

Hoje, os irmãos comandam o grupo Gaúchos na Copa. Com a ajuda de um grupo de dez pessoas em solo russo, eles já gravaram um documentário sobre seu pai para uma TV da China e também deram entrevista para a versão uruguaia da agência de notícias Sputinik

MAIS SOBRE:

FutebolCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]câncerseleção brasileira masculina de futebol
Comentários