Lembra dele? Agora técnico, Matías Almeyda é opção para cinco seleções

Equipes da América Latina querem ex-volante após sucesso no futebol mexicano

Relacionadas

Técnicos argentinos costumam fazer sucesso fora do país. Alguns nomes são muito consagrados, como Diego Simeone, e outros são aclamados por fazerem seus times jogar um futebol bonito, como Mauricio Pochettino. Outro nome, porém, virou opção para as seleções latino-americanas que estão sem técnico após a Copa do Mundo: Matías Almeyda.

Almeyda foi campeão olímpico pela seleção argentina em 1996 e estava no grupo que disputou a Copa do Mundo de 1998, na França. Como técnico, começou a carreira no River Plate, em 2011, e levou o time da segunda divisão para a primeira. Saiu do time em 2012 e foi para o Banfield em 2013, onde mais uma vez conquistou o título da segunda divisão.

Em 2015, assumiu o Chivas Guadalajara do México, onde teve grande sucesso. Conquistou a Copa México e o Campeonato Mexicano em 2017 e a Liga dos Campeões da Concacaf em 2018. Saiu do clube mexicano logo após a conquista deste último título. Sem clube, atraiu atenção de seleções da América Latina que estão sem técnico.

O nome de Almeyda é um dos que estão na lista para substituir Sampaoli na Argentina. Também pode ser o novo técnico do México, que demitiu Juan Carlos Osorio; do Paraguai, que está sem técnico desde que Arce falhou em classificar o time para a Copa do Mundo e da Costa Rica, que não renovou o vínculo de Óscar Ramírez após a Copa da Rússia. Também é uma opção considerada pela Colômbia, caso José Pékerman decida deixar o cago de técnico da seleção nacional.

Nada mal para um técnico com apenas 44 anos de idade e sete anos de carreira.

MAIS SOBRE:

futebolseleção argentina masculina de futebolSeleção Costa-riquenha masculina de futebolseleção colombiana masculina de futebolseleção paraguaia masculina de futebolseleção mexicana masculina de futebol
Comentários