Lentidão e frieza fazem o Sevilla não ver a hora de se livrar de Ganso

Clube promete passar por uma reformulação desde o zero para a temporada 18-19

Relacionadas

O Sevilla da próxima temporada promete ter bem pouco do time atual. O clube que foi eliminado nas quartas de final pelo Bayern de Munique na Liga dos Campeões e ocupa apenas a oitava posição no Campeonato Espanhol promete passar por grandes mudanças.

Em clima de Copa do Mundo, Gabriel Jesus participa de clipe de Kevinho

'Besuntado' é acusado de fraudar sistema para disputar os Jogos de Inverno

Que gafe! Uefa põe Liverpool como vencedor da Liga dos Campeões

Se o Sevilha é sinônimo de uma reconstrução anual, o ano que vem será a partir do zero. Inclusive com novas estruturas da base para formar uma equipe forte e competitiva que realmente lute pela Liga dos Campeões. Além, é claro: de acharem um substituto para Óscar Arias, ex-diretor do clube, e para o ex-treinador Vincenzo Montella.

Mas não é só isso: de acordo com a informação do espanhol Marca o clube está louco para liberar Paulo Henrique Ganso, uma das apostas feitas com a chegada de Sampoli. A publicação ainda ressalta que a aposta era que a qualidade do meia prevalecesse seu ritmo lento, o que não aconteceu.

Além da lentidão que já era esperada, o jogador brasileiro também é considerado muito frio. O clube pagou 10 milhões para tirá-lo do São Paulo e ainda restam três anos de contrato. 

MAIS SOBRE:

FutebolVincenzo MontellaSevilla Fútbol ClubCampeonato Espanhol de FutebolGansoSão Paulo Futebol Clube
Comentários