Léo Lins faz piada com acidente da Chape e parentes de vítimas protestam

Humorista faz parte do programa The Noite com Danilo Gentili no SBT

Relacionadas

Uma polêmica tem revoltado parentes das vítimas do acidente com o avião da Chapecoense. O humorista Léo Lins, do programa The Noite, fez uma piada em seu stand up comedy citando como referência a tragédia com o avião que caiu e deixou 71 mortos em 2016.

"Pelo menos ele morreu depois de comer coisa boa. Não foi como os jogadores da Chapecoense, que era comida de avião", comparou Léo Lins durante show. O vídeo em que a "piada" foi feita foi publicado no canal do comediante em novembro do ano passado.

Na descrição do vídeo, Léo alerta: "contém piadas de humor negro. Se você não aprecia esse tipo de humor não assista". Nos comentários, alguns aprovaram e até deram continuidade a "brincadeira". "Vejo um processo da Chapecoense chegando de avião", escreveu um. "Então não chegará ao destino", respondeu outro.

Em outro vídeo, Léo Lins cita mais uma vez a Chapecoense: "Pão que cai, é chamado de pão da Chape". Em seu Instagram, o jornalista Pedro Rocha, que cobre o time há dois anos e acompanha de perto o dia a dia do clube após a tragédia aérea, criticou o humorista.

"Léo Lins, você é um cara inteligente. Deve saber que brincar com a dor de um filho que perdeu o pai, de uma esposa que ficou sem seu marido é de, no mínimo, uma insensibilidade gigantesca. Piada é uma coisa, história é outra", protestou o repórter.

"Falo isso como um jornalista que perdeu amigos e principalmente: um cara que vive em Chapecó e convive diariamente com esse eterno luto", completou. Nos comentários, parentes das vítimas se manifestaram. "Perdi meu pai no voo e não achei nada engraçado", escreveu Thalisson Araújo.

Viúva do zagueiro Willian Thiego, Susi Ribas se mostrou inconformada. "É triste ver pessoas sem coração, que não se colocam no lugar das outras! Léo Lins não lhe conheço pessoalmente mas você foi infeliz na sua colocação! Só quem perde um ente querido sabe a dor!".

Bárbara Calazans, viúva de Ananias, também protestou: "Inacreditável! Léo Lins, onde está a graça?".

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Sempre achei chata essa discussão sobre “os limites do humor”, mas hoje quando vi um humorista fazer diversas piadas com a tragédia de Medellin, uma dor tão presente no dia a dia aqui de Chapecó, do mundo do futebol e do jornalismo, meu dia acabou. A última delas foi dizer que o “Pāo que cai, é chamado de Pāo da Chape”, uma piada sobretudo sem graça nenhuma. @leolins, você é um cara inteligente. Deve saber que brincar com a dor de um filho que perdeu o pai, de uma esposa que ficou sem seu marido é de, no mínimo, uma insensibilidade gigantesca. Piada é uma coisa, HISTÓRIA é outra. Falo isso como um jornalista que perdeu amigos e principalmente: um cara que vive em Chapecó e convive diariamente com esse eterno luto.

Uma publicação compartilhada por Pedro Rocha (@novaesrocha) em

 

MAIS SOBRE:

futebolChapecoenseacidente aéreo
Comentários