'Lucas Pratto é o novo Diego Souza': atacante vira vilão do River Plate

Atacante argentino acabou errando o lance que terminou com o gol de empate do Flamengo

Relacionadas

Em quase todas as derrotas, os torcedores elegem "o vilão" da equipe. Na final da Libertadores entre Flamengo e River Plate, neste sábado, que resultou em mais uma taça para a equipe rubro-negra, o "eleito" foi Lucas Pratto.

O atacante argentino acabou errando o lance que terminou com o gol de empate do Flamengo. Nas redes sociais, ele foi comparado a Diego Souza, que perdeu um tento nas quartas de final da Libertadores de 2012, quando defendia o Vasco, no jogo contra o Corinthians. Naquele ano, o time alvinegro conquistou o título da competição.

"Lucas Pratto, o pior ser humano da história", "Lucas Pratto deu o gol para o Flamengo", "Lucas Pratto impressionante como enterrou o River. Teve várias bolas importantes para matar a partida e tentou finalizar em todas de forma equivocada, no fim do jogo perdeu uma bola incrível", "Diego Souza 2012 e Lucas Pratto 2019 entram num bar", foram alguns dos comentários publicados na rede social Twitter.

Campeão da Copa Libertadores em 1981, o Flamengo finalmente conquistou seu bicampeonato do torneio continental. De forma histórica, o time brasileiro virou sobre o River Plate nos acréscimos do segundo tempo, com dois gols do atacante Gabigol. O colombiano Rafael Borré fez o gol do time argentino.

MAIS SOBRE:

futebolLucas PrattoRiver PlateLibertadores [Copa Libertadores da América]
Comentários