Maior artilheiro da Suécia, Ibra diz que pode jogar a Copa: 'Se eu quiser, estou lá'

Em entrevista coletiva em Estocolmo, atacante disse que 'a porta não está fechada'

Relacionadas

O atacante sueco Zlatan Ibrahimovic, do Manchester United, disse na quinta-feira, 1º, que poderia voltar a jogar pela seleção de seu país se conseguir se recuperar a tempo. Quando os jornalistas questionaram se ele poderia mesmo voltar, o jogador que se aposentou da seleção após a Eurocopa 2016 comentou que nem mesmo uma ligação telefônica seria necessária para isso.

+ De arrepiar: 65 mil torcedores cantam o hino em apoio a seleção iraquiana

+ Leões não se recuperam como seres humanos, diz Ibrahimovic

+ Jogador da seleção belga se disfarça para dar comida a mendigos 

"Ninguém nem precisa me ligar. Se eu quiser, eu estou lá. É assim que funciona. Mas uma coisa de cada vez", disse ele, que inaugurava seu centro de paddle tenis (esporte jogado com raquetes do tipo frescobol e bolinhas de tênis) em Estocolmo, capital da Suécia. 

Ibra falou ainda da dificuldade de ver seus colegas de equipe jogarem sem ele. "Quando você joga em um time por 20 anos e você não está mais nele, ver outros jogando ali é difícil", disse o maior artilheiro da história da seleção sueca, com 62 gols em 116 jogos. "Eu quero sentir que eu posso atuar. Não quero voltar só porque sou alguém. Mas a porta não está fechada para nada".

Sem a presença do jogador, os suecos se classificaram em segundo lugar em um grupo que tinha ainda França e Holanda, além de terem batido a Itália em um playoff. A Copa do Mundo começa em 14 de junho de 2018 e a Suécia enfrenta a Alemanha, o México e a Coreia do Sul em seu grupo. 

MAIS SOBRE:

Futebol Manchester United Football Club Ibrahimovic Suécia [Europa]
Comentários