Maradona critica Copa do Mundo na América do Norte: 'não há paixão'

Fifa decidiu que o Mundial de 2026 será no México, Canadá e Estados Unidos

Relacionadas

O ex-jogador Diego Maradona não demorou para entrar em uma nova polêmica. Durante entrevista o argentino disse que não gostou da decisão de que México, Canadá e Estados Unidos sediarão a Copa do Mundo de 2026, citando a falta de paixão nos países.

+ Griezmann 'imita' LeBron e anuncia permanência no Atlético de Madrid

+ Mãe de Ronaldo fala sobre 'grande emoção' ao ver o filho na abertura da Copa

+ Imprensa estrangeira comenta abertura da Copa: 'completamente inútil'

A Fifa decidiu na quarta-feira que a Copa do Mundo de 2026, a primeira a ter 48 equipes participando, se dividirá entre os três países da América do Norte, com 60 jogos nos Estados Unidos, 10 no Canadá e 10 no México.

A decisão fará com que o México seja o primeiro país a sediar o campeonato três vezes. "Eu não gostei", disse Maradona a um programa do canal mexicano Telesurt. "O México ganhou quando não merece. O México ganha duas partidas e chegam como Brasil ou Alemanha, como foi comigo", completou. 

Maradona, frequentemente considerado um dos maiores jogadores de futebol da história, ganhou a Copa de 1986, quando o torneio foi disputado no México. "Não gostei, não há paixão. Os canadenses podem ser bons esquiadores e os americanos vão fazer quatro tempos de 25 minutos para ter publicidades", disse. 

MAIS SOBRE:

FutebolMaradonaFifa [Federação Internacional de Futebol]
Comentários