Maradona detona jogadores da Seleção Argentina que desprezaram Batistuta

Ex-jogador disse que ficou 'com vontade de chorar' quando ouviu que ex-companheiro foi ignorado por jogadores

Relacionadas

Diego Maradona resolveu vir a público detonar a atual geração de atletas que vestem a camisa da Seleção Argenitna, por causa do desprezo mostrado pelos jogadores a outro atleta de sua geração - o ex-jogador e segundo maior atacante da história da equipe, Gabriel Batistuta.

Batistuta deu entrevistas dizendo que visitou o elenco da seleção nacional, durante um treinamento, e nessa visita teria sido ignorado pelos atletas. Na ocasião, o ex-jogador, com 54 gols em 77 jogos pela Argentina, conhecido por Batigol, disse a portais: "metade dos jogadores nem me deu bola".

Maradona classificou o desrespeito de "revoltante". "Fiquei com vontade de chorar quando li o que Batistuta contou. Até meu neto Benjamín [filho do atacante Sergio Aguero] sabe quem ele é", afirmou, em entrevista ao programa "De fútbol se habla así".

"É inadmissível que alguns jogadores não o cumprimentaram", afirmou o lendário ex-camisa 10 argentino, que colocou a culpa no técnico. Segundo Maradona, Edgardo Bauza não teria explicado aos jogadores o que Batistuta representa ao futebol argentino.

O ex-camisa 9 da seleção garantiu que não ficou chateado com o assunto. "Eu estava no meio de moleques, que não me conhecem muito bem", declarou Batistuta.

MAIS SOBRE:

futebolMaradonaFutebolBatistuta
Comentários