Maradona: 'Doeu na alma entregar o prêmio a Ronaldo e não a Messi'

Lenda argentina foi o responsável por passar ao português seu quinto troféu de melhor do mundo

Relacionadas

Junto de Ronaldo Nazário, Diego Maradona foi um dos responsáveis por entregar o troféu de melhor jogador do mundo a Cristiano Ronaldo, na cerimônia The Best Fifa Football Awards 2017, nesta segunda-feira, 23, em Londres.

Em entrevista à emissora argentina TyC Sports, Maradona afirmou que "doeu na alma entregar o prêmio a Ronaldo e não dá-lo a (Lionel) Messi". 

 

+ Daniel Alves, Neymar ou CR7: Quem se vestiu melhor na premiação da Fifa?

+ Fifa divulga a seleção dos melhores do mundo; veja os escolhidos

 

Sobre o encontro com o herdeiro da sua camisa 10 no Barcelona e na Argentina, o Pibe declarou que "foi fantástico". "Estive falando com ele, o mesmo carinho e amor de sempre. Ele ainda tem muito a entregar", completou. 

Maradona treinou Messi na seleção argentina entre 2008 e 2010, nas Eliminatórias Sul-Americanas e na Copa do Mundo da África do Sul, competição na qual a albiceleste parou nas quartas de final. 

Meio avesso a protocolos, o Pibe quase revelou o vencedor antes mesmo do vídeo que apresentava os indicados, que, além do português, eram Lionel Messi e Neymar. Depois, no momento correto, ele chamou o Gajo ao palco. 

 

 

MAIS SOBRE:

futebolCristiano RonaldoMessiMaradona
Comentários