Marcos Assunção conta como começou a confusão com Valdívia no Palmeiras

Pequena discussão em campo teria crescido nos vestiários, segundo o ex-volante, que também elogiou o chileno

Relacionadas

Em 2012, o Palmeiras viveu um ano estranho: foi campeão da Copa do Brasil, mas também foi rebaixado para a série B. Além da baixo rendimento dentro de campo, ainda teve que lidar com a briga de dois dos seus principais jogadores naquela temporada: Marcos Assunção e Valdívia. Assunção relembrou como começou o problema em participação no programa 'Boleiragem', do SporTV.

Antes, porém, o ex-volante elogiou o colega. "Eu tive um big problema com ele. Acho que o problema que nós tivemos era para a melhoria do Palmeiras, de uma situação que estava acontecendo. Mas esse cara foi um dos melhores camisas dez com quem eu joguei, cara sensacional. Quando ele queria jogar... Um cara que eu sabia que, quando ele tava em campo, eu roubava uma bola e dava pra ele, eu ia ter tempo de respirar. Um dos melhores meias com quem eu trabalhei", exaltou sobre o chileno.

Depois, entrou no tópico da confusão em si. "Uma discussão de jogo que foi para o vestiário. Uma discussão besta. Numa jogadinha boba, que eu pego, dou a bola nele, e aí ele não toca e perde a bola e tome contra-ataque, quase tomamos gol. Aí nessa: 'pô, Valdívia, toca, eu passei' e ele: 'corre para mim aí'. Aí depois veio o problema no meu joelho, e aí aconteceram coisas. Foi no ano que a gente ganhou a Copa do Brasil e no mesmo ano a gente caiu", relembrou.

"Tivemos esse problema dentro do vestiário, mas isso tudo sempre querendo vitória. Teve uns arranca-rabo dentro do vestiário. Teve uma discussãozinha mais pesada", completou. Na época, as informações da imprensa deram conta de que os dois teriam chegado às vias de fato.

Naquela temporada, Valdívia ficou de fora de boa parte da reta final da temporada e foi uma ausência significativa, que fez diferença para o rebaixamento. Assunção era importante pelas cobranças de falta, mas pouco conseguiu fazer para evitar as derrotas.

MAIS SOBRE:

futebolPalmeirasMarcos AssunçãoValdivia
Comentários