Membro da federação revela que russos inalaram amoníaco antes dos jogos

Jornal alemão aponta uso de substância antes das partidas com a Espanha e Croácia

A Rússia teve uma campanha que impressionou a todos. O país começou a Copa do Mundo como o pior colocado no ranking da Fifa, mas mostrou bom futebol e conseguiu chegar até as quartas de final, onde foram eliminados, nos pênaltis, pela Croácia em um jogo muito disputado. 

+ Juventus apaga vídeo de rede social que indicava contratação de CR7

+ 'Neymar challenge' viralizou: o novo desafio das redes imita quedas do brasileiro

+ Giro do mercado: veja quem o Trio de Ferro perdeu durante a Copa do Mundo

De acordo com o jornal alemão Suddeutsche Zeitung, os jogadores russos teriam inalado amoníaco nos jogos com a Espanha e Croácia. A revelação aconteceu em uma reportagem sobre métodos para melhoria esportiva.

Na entrevista, um membro da Federação Russa afirma que os atletas inalaram amoníaco em uma bola de algodão antes de entrar em campo contra a Espanha. A reportagem diz que "a Federação Russa agiu como se amônia fosse algo tão comum quanto usar xampu no chuveiro".

Apesar de não se tratar de uma substância proibida nos regulamentos internacionais contra o doping, o jornal conta que traz benefícios físicos, já que estimula a respiração e melhora o fluxo de oxigênio no sangue. 

Esta não é a primeira vez que um  periódico alemão faz referência à utilização de amoníaco por parte dos jogadores russos. O Bild comenta que deu para perceber inclusive durante a transmissão do jogo com a Croácia.

A alegação é que, no começo do segundo tempo, as imagens mostraram alguns jogadores russos mexendo no nariz, algo que o jornal alemão interpreta como indício do consumo da substância. 

 

MAIS SOBRE:

FuteboldopingCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]Rússiaseleção russa masculina de futebolfutebol
Comentários