Mesmo após City ser eliminado graças ao VAR, Guardiola defende recurso

Treinador catalão relembra jogo sem tecnologia que sua equipe foi beneficiada por erro do árbitro

Relacionadas

Técnico do Manchester City, Guardiola defendeu o uso da tecnologia no futebol mesmo após seu time ser eliminado da Liga dos Campeões graças a ele. No jogo contra o Tottenham, um gol de Sterling nos acréscimos, que daria a classificação ao time, foi anulado pelo recurso.

"Vocês sabem a minha opinião sobre o VAR. Nada mudou. Dói o que aconteceu. Foi difícil. Mas o árbitro pode cometer um erro. O VAR pode levar mais tempo para ver as imagens e os diferentes ângulos. Se cometemos erros com o VAR, eu não concordaria em levar muitos minutos para tomar a decisão. Mas se o gol de Sterling estivesse impedido e o Tottenham saísse não seria bom para eles. Não seria legal, justo. E é por isso que eu apoio bastante: porque é justo", afirmou o treinador catalão em entrevista coletiva.

Na sequência, Guardiola relembrou quando sua equipe foi beneficiada em um erro que poderia ter sido evitado pelo VAR. "Nós passamos para a semifinal da Copa da Inglaterra contra o Swansea com um gol irregular do Agüero. Não foi justo com eles. A partida foi boa, empatamos por 2 a 2, mas passamos para enfrentar o Brighton por causa de um erro. Sei que outros treinadores eram contra, mas agora talvez sejam a favor", concluiu, com uma provocação a Pochettino, técnico do Tottenham, que é contra o uso da tecnologia.

Pela Liga dos Campeões, Manchester City e Tottenham fizeram um confronto épico na última quarta-feira. Com onze minutos do primeiro tempo, o placar apontava 2 a 2. No segundo tempo, o jogo foi para 4 a 3 a favor do City, e Sterling fez um gol aos 48 do segundo tempo que daria a classificação à equipe. Mas o VAR notou impedimento de Aguero antes dele passar a bola a Sterling e o gol foi anulado, dando a vaga ao Tottenham.

Neste final de semana, Manchester City e Tottenham se enfrentaram novamente e o time de Guardiola venceu por 1 a 0. Com o resultado, a equipe retomou a liderança do Campeonato Inglês, torneio no qual disputa o título ponto a ponto com o Liverpool.

MAIS SOBRE:

futebolManchester City Football ClubJosep GuardiolaTottenham Hotspur Football ClubMauricio Pochettino
Comentários