Messi discute com árbitro após empate e leva amarelo com jogo já encerrado

Barcelona corre o risco de perder a liderança do Campeonato Espanhol

Relacionadas

Depois de um começo fulminante, com quatro vitórias nos primeiros quatro jogos, o Barcelona vive seu pior momento no Campeonato Espanhol. Neste sábado, o time catalão só empatou com o Athletic Bilbao por 1 a 1, no Camp Nou, e corre o risco de perder a liderança da competição.

O Barcelona lidera com 14 pontos e perderá a ponta para o Real Madrid, caso o arquirrival, que tem um ponto a menos, vença o clássico com o Atlético de Madrid. Talvez por isso Messi, que começou a partida no banco de reservas, tenha acabado o duelo tão exaltado.

Na etapa final, o Barcelona melhorou e chegou até a acertar o travessão. O sofrimento durou até os 39 minutos, quando Munir empatou a partida após assistência de Messi, que deixou o banco de reservas para substituir Vidal e dar um pouco de brilho à apatia do Barcelona.

Depois do apito final, o argentino foi até o árbitro da partida, Santiago Jaime Latre, reclamar de uma de suas decisões. Um pouco antes, o juiz não deu escanteio em chute do camisa 10 em que a bola toca em um zagueiro adversário antes de sair do campo.

"Eu faço o melhor que sei", responde o árbitro. Messi continua com seus protestos e o juiz insiste para que ele saia de campo. "Você está me ameaçando, me ameaçando", reclama o argentino. Jaime Latre então resolve mostrar o cartão amarelo. 

"Sempre a mesma coisa", dispara Messi ao ver o cartão. Neste momento, Carles Naval, delegado da equipe, pega Messi pelos braços e o obriga a se afastar da equipe de arbitragem. A última coisa que foi vista no estádio foi o capitão tirando a fita de seu braço esquerdo, caminho para as entranhas do Camp Nou.

 

MAIS SOBRE:

FutebolBarcelona [Futbol Club Barcelona]Campeonato Espanhol de FutebolMessifutebol
Comentários