Meu vestiário, minhas regras: Guardiola proíbe samba antes das partidas do City

Treinador espanhol mandou que jogadores ouçam apenas canções do Oasis

Relacionadas

O vestiário do Manchester City poderia ter o samba como principal trilha sonora antes das partidas, já que o clube tem quatro brasileiros no elenco. Mas o treinador Pep Guardiola barrou o ritmo e mandou que os jogadores ouçam apenas músicas do Oasis, banda inglesa que surgiu na mesma cidade da equipe.

Em entrevista ao Uol Esporte, o lateral-direito Danilo confirmou a proibição. "Os sul-americanos dominam essa parte, mas o Guardiola começou a fazer isso para dar moral aos ingleses", disse.

Além de Danilo, o plantel do Manchester City tem os brasileiros Ederson, Fernandinho e Gabriel Jesus. A quantidade é quase igual à de atletas ingleses: John Stones, Kyle Walker, Tosin Adarabioyo, Fabian Delph e Raheem Sterling são os cinco representantes da Terra da Rainha no elenco do time.

Em setembro, Danilo já havia confessado ao portal que Fernandinho é um dos principais DJ’s do grupo e que o meia conseguiu fazer Guardiola se empolgar com uma música do Grupo Revelação.

Não é apenas no vestiário que o Oasis se faz presente. Os irmãos Liam e Noel Gallagher, principais nomes do conjunto que chegou ao fim em 2009, são fanáticos pelos Citizens. Além disso, é bastante comum a torcida do City cantar algumas canções da banda antes da bola rolar, como "Wonderwall", "Don't Look Back in Anger" e "Champagne Supernova".

 

MAIS SOBRE:

FutebolJosep GuardiolaManchester City Football ClubGabriel JesusFernandinhoDaniloNoel GallagherOasisSamba
Comentários