Mike Tyson é flagrado fumando um enorme cigarro de maconha em festival

Ex-lutador também produz e estuda os benefícios medicinais da planta

Relacionadas

Depois do inesquecível meme de Glória Maria fumando maconha durante uma reportagem do Globo Reporter, outra personalidade também mostra ter se divertido no último fim de semana com o assunto: Mike Tyson. Depois de uma carreira impressionante no boxe, o ex-lutador tem aproveitado seu tempo livre para fazer o que antes era punido se fosse (e foi) pego.

O ex-campeão mundial foi a um festival de maconha e, por lá, foi registrado fumando um grande cigarro da erva. O norte-americano que completa 53 anos em junho de 2019 tem um histórico com a Cannabis: o pugilista admite que fumou maconha toda sua vida e até relata que antes de nocautear Andrew Golota, em 2000, tinha usado a droga.

De fato, após o nocaute de Tyson o boxeador foi testado positivo para a planta e o resultado da luta foi alterado. Tyson possui uma fazenda de Cannabis de 40 acres (mais de 160 metros quadrados) perto do Vale da Morte, na Califórnia, comprada por ele após o Estado ter legalizado o uso de maconha. 

Além de fumar, Tyson também aproveita a legalização do uso recreativo e medicinal da erva para produzir e estudar os benefícios medicinais da planta. De acordo com a revista Forbes, o estimado é que ele ganhe US$ 24,5 bilhões até 2021, o que dá cerca de R$ 91,5 bilhões com o negócio.

Segundo o The Sun,  o ex-boxeador também realizará um festival que une música e erva em sua fazenda no próximo dia 23 de fevereiro. Além da produção, o espaço também conta com uma área de camping de luxo e ambientes como um anfiteatro.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

@miketyson Smoking A Fatty W/ @breal @brealtv Tag a friend Follow @cmw420tv

Uma publicação compartilhada por Cannabis Marijuana Weed (@cmw420tv) em

 

MAIS SOBRE:

boxeAndrew GolotaMike Tysonmaconha
Comentários