Mito: Não existe figurinha difícil ou carimbada no álbum, garante Panini

Todas as figurinhas são confeccionadas em números iguais por causa do processo de produção

Relacionadas

Um dos maiores mitos dos colecionadores de figurinhas, a de que existem cromos mais difíceis de se conseguir, não passa de lenda. Segundo os executivos da Panini, todas são confeccionadas em números iguais por causa do processo de produção. Eles revelaram isso no lançamento do  Álbum de figurinhas oficial da Copa do Mundo Fifa Rússia 2018.

+ Palmeiras usa realidade virtual para torcedor tirar foto com troféus

+ Marquezine vence rodada de pôquer em mansão de Neymar; veja

+ Neto critica Tite após convocação: 'Está de sacanagem, virou político?'

"Não há figurinha difícil, todas são impressas em quantidades idênticas", avisou José Eduardo Martins, presidente da Panini Brasil. Na visita à fábrica em Barueri, foi possível ver grandes placas com 200 figurinhas em cada. Elas são cortadas e envelopadas. Existe, inclusive, um método para evitar que o mesmo jogador apareça no mesmo envelope.

A empresa está com sua fábrica a todo vapor para suprir a alta demanda esperada com o lançamento do álbum da Copa do Mundo. No domingo, o álbum estará encartado na edição do jornal O Estado de S. Paulo, além de 11 figurinhas para o leitor. Para se ter uma ideia, o fã brasileiro é o maior consumidor de álbum de figurinhas. O torcedor da Alemanha não chega à metade do que é vendido no País.

No álbum da Copa de 2018, cada seleção terá 18 figurinhas de jogadores, o escudo da confederação e uma imagem do time posado. A publicação segue a ordem dos grupos da Copa, do A ao H. Traz ainda símbolos do torneio, como a bola, o troféu, os pôsteres das sedes e todos os estádios. Ao final, ainda tem um espaço para “lendas” da Copa, com cromos especiais que contam um pouco da história do torneio.

 

MAIS SOBRE:

Futebol Copa do Mundo Rússia 2018 [futebol]
Comentários