Mourinho alfineta Manchester United: 'os problemas ainda estão lá'

Técnico também manda indireta para Ole Gunnar Solskjaer, que o substituiu como técnico no clube inglês

Relacionadas

Em uma longa entrevista concedida ao jornal francês L'Équipe, o treinador José Mourinho, que saiu do Manchester United em janeiro, pouco quis comentar sobre o agora ex-clube. No entanto, fez questão de deixar suas alfinetadas, sempre presentes em seus discursos.

"Os problemas estão lá, você pode imaginar que os problemas são os jogadores, a organização e a ambição", criticou o português. Questionado se Pogba havia sido a razão de sua demissão, pelos atritos que teve com o atleta, Mourinho negou. "Eu irei dizer apenas que não posso dizer 'sim' quando você pergunta se Paul era o único responsável".

"Sobre o Manchester United, eu apenas quero dizer duas coisas. Uma é que o tempo falou. Dois, há problemas que ainda estão lá", afirmou Mourinho, dando a entender que sua crítica era direcionada a Ed Woodward, executivo do clube com quem entrou em rota de colisão.

Depois da saída de Mourinho, Ole Gunnar Solskjaer assumiu interinamente e conseguiu uma grande melhora do time em pouco tempo, o que o levou a ser efetivado. Porém, o Manchester United voltou a ter uma grande queda de rendimento no fim da temporada e ficou fora da próxima Liga dos Campeões.

Mourinho também comentou sobre como lidava com o elenco, no que pode ter sido uma indireta para Ole Gunnar Solskjaer. "Quando você está quase sozinho, nisso você não tem o apoio do clube perto de você, enquanto certos jogadores vão, de alguma forma, contra o técnico, que é um cara legal. Eu não quero ser o cara legal, porque o cara legal, depois de três meses, é um fantoche e isso não acaba bem", disse o português.

Mourinho ficou no Manchester United por dois anos e meio, período em que conquistou uma Copa da Liga Inglesa e uma Liga Europa.

MAIS SOBRE:

futebolManchester United Football ClubJosé MourinhoOle Gunnar Solskjaer
Comentários