Mourinho recebe conselho de ex-técnico da Inglaterra: 'se for criticado, engole'

Treinador se irritou na entrevista coletiva após a derrota por 3 a 0 para o Tottenham

Relacionadas

Não foi a primeira vez que José Mourinho "pistolou" durante uma coletiva e difícil afirmar que o episódio após a derrota por 3 a 0 para o Tottenham será o último. O treinador do Manchester United até tentou dar entrevista coletiva, mas logo se irritou com uma pergunta e deixou o ambiente exigindo respeito.

O sueco Sven-Goran Eriksson, que já treinou grandes times como o Benfica, Manchester City e a seleção inglesa nas Copas do Mundo de 2002 e 2006, falou sobre o episódio protagonizado pelo português na última segunda-feira em entrevista à Sky Sports

"Especialmente quando se começa a discutir com a imprensa, nunca se ganha. Se perde sempre porque se é o jornalista, tem a última palavra. Portanto, se mantém calado, põe a cabeça no lugar e vai trabalhar, mostrar às pessoas que no próximo jogo vamos jogar bom futebol e ganhar", aconselhou.

Eriksson também teve em sua trajetória alguns "bate-bocas" com a imprensa, então deixou um último conselho ao técnico do United: "quando for criticado, engole".

O caso

Mourinho se irritou com uma pergunta sobre o comportamento dos torcedores. "Perdemos contra o Sevilla aqui e fomos vaiados porque merecemos. Porque não fomos bem, não fomos perigosos o suficiente. Hoje os jogadores deixaram o campo depois de perder em casa e foram aplaudidos porque eles mereceram, então seguiremos tentando, tentando e tentando", afirmou, se esforçando para se controlar.

Até que não conseguiu mais e, daquele jeito sutil à la Mourinho, desabafou: "Só para terminar. Você sabe quanto foi o jogo? Três a zero. Mas isso também significa três títulos, e eu ganhei mais Premier Leagues sozinho do que os outros 19 treinadores juntos".

 

MAIS SOBRE:

FutebolJosé MourinhoManchester United Football ClubfutebolSven-Goran Eriksson
Comentários