Muçulmano, Yaya Touré tem habilitação cassada após ser flagrado alcoolizado

Por causa de sua religião, atleta não poderia ingerir bebidas alcoólicas

Relacionadas

Depois de meses afastado, parecia que Yaya Touré finalmente ia conquistar seu espaço no Manchester City e brilhar no time de Pep Guardiola. Porém, o meia foi flagrado dirigindo sob efeito de álcool no último dia 28 de novembro e, por isso, teve sua habilitação cassada. Ele também foi multado em 54 mil libras, cerca de R$ 225 mil.

O problema em si já seria algo grave, mas se tornou algo muito maior pois o jogador da Costa do Marfim é muçulmano e, pela religião, não poderia consumir bebidas alcoólicas. Nesta terça-feira, em comunicado ele alegou que não bebeu intencionalmente. Disse que a bebida constava numa jarra e que ele tomou sem saber que continha álcool. "Eu sempre recusei álcool. Qualquer um que me conhece ou que me acompanha no futebol já viu eu recusar a champagne oferecida ao melhor jogador da partida por causa do meu compromisso com a religião. O problema agora foi resolvido na Justiça. Eu estava acima do limite permitido naquela noite e decidi não fazer o teste", contou.

Barrado por Guardiola no início da temporada, Touré finalmente tem mostrado seu futebol ao treinador espanhol. Nos últimos 30 dias ele jogou com regularidade, inclusive sendo titular no Campeonato Inglês. Porém, por causa do recente problema, ficou no banco de reservas no clássico contra o Chelsea, no último dia 3. Coincidência ou não, o City perdeu por 3 a 1.

MAIS SOBRE:

FutebolYaya TouréJosep GuardiolaJustiçaCampeonato InglêsChelseaManchester City
Comentários