Müller chama CSA de 'medíocre' e clube responde citando preconceito

Ex-atacante da seleção brasileira pediu desculpas após críticas repercutirem

Relacionadas

Revelado pelo São Paulo e tetracampeão mundial com a seleção brasileira na Copa de 1994, Müller deu uma declaração polêmica sobre o CSA em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta. Aos 53 anos, o ex-jogador disparou críticas contra o clube alagoano ao comentar a partida entre a equipe e o Corinthians.

"O que o CSA vem fazer na Séria A? O que um time desse, medíocre, que jogou atrás o tempo todo, só defendendo e batendo bola, treinador pensa que zagueiro tem que rebater bola. Zagueiro começa a armar o contra-ataque do seu time. Pelo amor de Deus, é um time que vai jogar contra os grandes em São Paulo e vai jogar todo mundo atrás dando chutão e cabeçada?", questiona no vídeo.

O jogo em questão terminou 1 a 0 para os paulistas, com gol de Vagner Love. Apesar de não citar o nome do ex-atacante, o CSA soltou um posicionamento oficial se defendendo das críticas que viralizaram nas redes sociais e afirmando que o comentário foi preconceituoso. 

"Estamos na série A porque Alagoas e o CSA merecem! Vamos lutar e buscar nossa permanência na primeira divisão para que comentários e preconceitos como os seus sejam banidos de vez do futebol e do jornalismo", diz um trecho da nota. 

Procurado pelo Globoesporte.com, Müller pediu desculpas ao clube, diretoria, comissão técnica, jogadores e torcida. O ex-atleta também se defendeu, explicando que não foi sua intenção ofender ninguém e que o clube tem todo o seu respeito. 

"O pessoal interpretou mal as minhas palavras. Eu não quis dizer medíocre ao pé da letra e nem no sentido pejorativo. Eu quis dizer que o CSA, até agora, está jogando um futebol mediano, por isso que está lá embaixo na tabela. E o CSA, contra o Corinthians, aí já é opinião, cada um tem a sua, só deu apenas um chute a gol no jogo todo praticamente", afirma. 

MAIS SOBRE:

futebolAlagoas [estado]Csa
Comentários