Na China, Paulinho ajudou família de podólogo e deixou Mercedes a motorista

Jogador brasileiro era conhecido pela generosidade e educação no trato com funcionários do clube

Relacionadas

Se Paulinho não chega com grandes expectativas no Barcelona, ele deixa muitas saudades aos funcionários do Guangzhou Evergrande. Na China, o brasileiro era conhecido por sua generosidade e educação no trato com seus colegas de clube. 

Liang Ke, um dos membros da comissão técnica do Guangzhou, publicou em sua conta na rede social chinesa Weibo que, após deixar o clube, o brasileiro deu sua Mercedes-Benz ao motorista que trabalhou para ele. 

"Paulinho nunca teve nenhum problema. Ele dizia 'oi' e 'obrigado' a praticamente todo mundo e sempre ajuda quem precisa", como citado pelo portal Goal.com

 

 

"Ele reluta em receber dinheiro e, ao invés disso, ele ama doar. Por exemplo, ele deu seu par de fones Beats e sua Mercedes-Benz ao motorista. Seu gesto de bondade não é determinado pelo alto salário. Há milhares de pessoas que são mais ricas que Paulinho, mas poucas são tão generosas e esclarecidas como ele", adicionou Ke. 

O funcionário ainda contou a história sobre o podólogo de Paulinho, quem trouxe junto com ele do Brasil, mas não se ambientou muito bem na China. "Após perceber o incômodo do amigo, convidou a esposa e os filhos do podólogo para viajarem à Ásia, cobrindo todas as despesas."

"Paulinho ainda pagou a mensalidade da escola do podólogo após ajudá-las a entrar em uma insituição internacional. Ele também pagou as contas médicas antes de uma das crianças ser submetida a uma cirurgia. Paulinho também disponibilizou passagens aéreas e acomodações cinco estrelas caso a família do podólogo quisesse assistir aos jogos fora de casa", contou. 

"Você já soube de algum funcionário tão bom quanto o Paulinho?", concluiu Liang Ke.

 

CHAPECOENSE

Outra história publicada pelo funcionário do Guangzhou é a que Paulinho tem uma pulseira com a frase "Força, Chape!", em apoio às vítimas do acidente aéreo, mesmo após juízes chineses proibirem o uso dela durante as partidas. 

 

 

MAIS SOBRE:

futebolfc barcelonaPaulinho
Comentários