'Não aceito': autor de pisão em Neymar sobre ameaças aos seus familiares

Miguel Layún se defendeu dizendo que não pisou de propósito e o árbitro percebeu isso

A falta do mexicano Miguel Layún em cima de Neymar dividiu opiniões. Uns, como o jornal norte-americano Usa Today criticou Neymar por ser 'mergulhador, farsante, simulador e ator'. Outros, como Galvão Bueno e grande parte da torcida brasileira, acharam que o lance era para expulsão do mexicano.

+ Acordados? Torcida brinca com falta de emoção no jogo entre Suécia e Suíça

+ Mesmo eliminados, japoneses limpam vestiário e deixam recado aos russos

+ Por que os belgas não falam nenhuma das línguas oficiais do país em campo?

Após uma falta do lado esquerdo do campo, aos 26 minutos do segundo tempo, o camisa 10 brasileiro fica no chão com uma expressão de muita dor. Na reprise, as imagens mostram que quando o atacante que estava caído levou um pisão no tornozelo direito, recém-operado, dado pelo lateral esquerdo da equipe rival.

Não demorou muito para os brasileiros invadirem o perfil do jogador para sair em defesa do atacante brasileiro. Após alguns comentários com ameaças dirigidas a ele e à sua família, o camisa 7 postou uma mensagem em português em seu Instagram.

"A toda a gente do Brasil... não tenho interesse em entrar numa discussão que na minha opinião não faz sentido. Primeiro, porque o futebol joga-se no campo, e segundo, porque penso que vocês têm uma cabeça para perceber o primeiro ponto", começou.

Depois, o jogador fala que se alguém tiver problema com o que aconteceu no jogo pode enviar mensagens, mesmo que seja ameaçando ele, que não tem problema. Mas pondera: "o árbitro que revisou o VAR falou comigo e disse que tinha visto que eu não tentei pisar de propósito, caso contrário teria me dado o cartão vermelho".

Em seguida, o atleta que joga pelo Sevilla após ter sido empresado pelo Porto só pede um favor: "respeitem a minha família, isso (ameaças) não aceito", concluiu. 

MAIS SOBRE:

FutebolMiguel LayúnNeymarCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]seleção brasileira masculina de futebolfutebol
Comentários